Tinta e Geografia

 

As Histórias em Quadrinhos, atualmente, gozam de um prestígio cada vez maior na academia. São inúmeros os trabalhos que tratam desse tema. Temos pesquisas que procuram analisar o enfoque sociológico de determinada obra, outras abordam a contribuição dessa linguagem para o ensino, outras ainda buscam lançar luz sobre a influência da chamada Arte Sequencial sobre o cinema, etc. Não faltam abordagens para tratar desse assunto. Porém, a maioria dos pesquisadores estarão observando seu objeto de estudo desde uma perspectiva distante, não é muito comum de se ver um pesquisador tratar os Quadrinhos produzidos por ele próprio em um trabalho científico. Esse é o caso do geógrafo e cartunista Evandro Alves, que publicou em 2014 a dissertação “Cerrado em Quadrinhos: experiências e contribuições para o ensino de Geografia” pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Através da sua pesquisa, Alves procura apresentar o bioma Cerrado ao leitor, suas características físicas, seus aspectos populacionais, a forma com que ele vem sendo ocupado pelo homem na atualidade, etc. É aí que entram os Quadrinhos. A preocupação do autor era discutir as visões construídas a respeito do Cerrado, como um bioma menos importante, composto de um mato retorcido que não serve para nada, feio, inóspito. O que acaba legitimando as ações daqueles que querem ocupá-lo unicamente para a exploração agrícola, principalmente a monocultora de soja, impactando vegetação, cursos de água, fauna e a população tradicional, indígena e quilombola.

Para problematizar essa realidade, o autor defende o uso dos Quadrinhos, pois é uma linguagem de fácil acesso, encontrada em revistas, jornais e até em livros didáticos, possuindo, portanto, boa penetração na juventude, que é o público escolar. Aí entra uma relação com a educação e o ensino de Geografia. São produzidas cerca de cinquenta tiras de Quadrinhos com essa temática que são usadas em uma atividade realizada com um grupo de estudantes, o autor apresenta e discute os resultados dessa ação em seu trabalho.

Nas tiras veremos situações envolvendo os animais nativos e a população local em conflito com as queimadas, as carvoarias, as lavouras de soja, etc. o próprio bioma Cerrado parece ser o personagem principal das tiras, o que também pode ser algo inovador no trabalho de Alves. Posteriormente as tiras produzidas foram reunidas em um livro, intitulado Cerrado em Quadrinhos, publicado pela editora Nemo em 2015 e pode ser encontrado nas grandes livrarias ou pela internet. Excelente material para quem quer conhecer a situação do Cerrado e para quem é professor ou professora e pode, aí, ter muito trabalho para fazer com seus alunos.

 

quadrinho

Trata-se de um trabalho de pesquisa muito difícil de se fazer. Mesclar pesquisador e objeto, ciência e arte, Quadrinhos e Geografia… tudo isso exige uma boa dose de coragem e criatividade. Espero que outros programas de pós-graduação sigam o exemplo da Geografia da UFMG e, outros pesquisadores, o de Evandro Alves.

Capa de Cerrado em Quadrinhos

Um comentário sobre “Tinta e Geografia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s